Uso telemóvel na gravidez relacionado a Hiperactividade infantil

Estudo será publicado na revista “Epidemiology”

20 maio 2008
  |  Partilhar:

Mulheres grávidas que usam o telemóvel, duas ou três horas diárias, podem ter mais probabilidades de ter filhos com problemas de comportamento, como Hiperactividade, segundo um estudo conjunto da University of California, Los Angeles, (UCLA) e a Universidade de Aarhus, na Dinamarca.
 

 

O estudo, a ser publicado em Julho na revista especializada “Epidemiology”, constatou ainda que as crianças que usam o telemóvel antes dos sete anos correm mais riscos de ter problemas de comportamento. Mas os próprios autores da pesquisa afirmam que os resultados foram inesperados e devem ser interpretados com cuidado.
 

 

Para a investigação foram recrutadas 13.159 grávidas. Quando os filhos completaram sete anos, em 2005 e 2006, foram submetidas a um questionário sobre a saúde e o comportamento das crianças e também sobre o uso do telemóvel durante e após a gravidez e pelos filhos.
 

 

Os resultados revelaram que as mães que usaram o telemóvel durante a gravidez apresentaram uma probabilidade 54% maior de ter filhos com problemas comportamentais, e os riscos pareciam aumentar se o uso fosse frequente. Quando as próprias crianças também usavam o telemóvel antes de completar sete anos, o risco de apresentarem problemas comportamentais era 80% mais elevado, em comparação com o grupo que não usava o aparelho.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.