Uso excessivo de analgésicos pode ampliar dores de cabeça

Artigo apresentado na revista “Cephalalgia”

24 dezembro 2008
  |  Partilhar:

 

Num artigo publicado na revista especializada “Cephalalgia”, o neurologista David Dodick, investigador da Mayo Clinic, EUA, explica o problema da toma excessiva de analgésicos para as dores de cabeça.

 

 

No artigo, o especialista explica que as cefaleias são induzidas pelo uso indevido de medicamentos, ocorrendo diariamente ou quase diariamente e desenvolvendo-se ao longo do tempo.

 

 

Segundo explica o neurologista: “É criada a tolerância ao medicamento e, quando o paciente tenta descontinuar a medicação, podem ocorrer difíceis sintomas de abstinência”.

 

 

De acordo com David Dodick, há a ideia de que o problema ocorre quando os pacientes com dor severa exageram na procura de alívio, usando fármacos em excesso para continuarem com as actividades diárias. A condição pode começar com uma dor de cabeça severa ao acordar e ser acompanhada de náusea, ansiedade, esquecimento e irritabilidade. Os especialistas acreditam que, se não tratadas, essas dores podem representar um problema maior do que a enxaqueca.

 

 

De acordo com os especialistas, alguns médicos preferem prescrever fármacos para a enxaqueca, enquanto tentam descontinuar o uso diário de analgésicos. O especialista destaca que “os médicos precisam de estar atentos sobre que medicação prescrever para a enxaqueca e outros tipos de cefaleia, e quais os medicamentos sem prescrição tomados pelos pacientes”. Isso porque, adianta, a principal estratégia de prevenção seria a comunicação médico-paciente, além do cuidado com os sintomas de abstinência.

 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.