Uso de fármaco comum na gravidez pode causar obesidade no filho

Estudo publicado na revista “The Lancet Child & Adolescent Health”

01 abril 2019
  |  Partilhar:
 Os filhos de mulheres que tenham tomado metformina durante a gravidez poderão correr um maior risco de obesidade, apurou um estudo.
 
A metformina é um fármaco usado durante a gravidez para tratar a síndrome do ovário policístico, um tratamento que demonstrou resultar em menos abortos espontâneos e nascimentos prematuros. O fármaco é ainda bastante usado para tratar a diabetes gestacional.
 
Para o estudo, um grupo de cientistas da Universidade Norueguesa de Ciências e Tecnologia recrutou um grupo de 257 mulheres grávidas (274 gravidezes, com 17 mulheres a participarem duas vezes) com síndrome do ovário policístico, entre 2005 e 2009. 
 
As grávidas receberam metformina ou um placebo, de forma aleatória, durante o período de gravidez.
 
A equipa acompanhou 141 dos filhos dessas grávidas, entre os cinco e os 10 anos de idade. As crianças foram monitorizadas relativamente à altura, peso, índice de massa corporal (IMC) e perímetro abdominal. 
 
Como resultado, aos oito anos de idade, as crianças que tinham sido expostas à metformina no útero apresentavam um perímetro abdominal geralmente maior do que os filhos das grávidas que tinham recebido um placebo.
 
Os filhos de mães com síndrome do ovário policístico, mas que não tinham sido expostos à metformina, não apresentaram maior IMC, peso ou altura.
 
O estudo concluiu que antes de usar a metformina na gravidez dever-se-á ponderar os benefícios e os problemas de saúde do fármaco nos filhos, a longo-termo.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar