Unidade de Cuidados Intensivos da Felicidade já ajudou mais de mil pessoas

Unidade apoia crianças com doenças crónicas e em estado grave

06 maio 2016
  |  Partilhar:
A Unidade de Cuidados Intensivos da Felicidade (UCIF), que surgiu há um ano, já ajudou 1.400 pessoas, entre as quais crianças doentes e jovens institucionalizados, a viverem mais felizes e a ultrapassarem os obstáculos da vida.
 
A UCIF, localizada em frente ao Hospital Egas, foi criada pela associação Terra dos Sonhos para apoiar crianças com doenças crónicas e em estado grave e jovens institucionalizados, mas também está aberta ao público em geral.
 
Um ano após a inauguração da primeira unidade de saúde emocional em Portugal, Andreia Martins, responsável pela UCIF, faz um “balanço muito positivo” deste novo modelo de intervenção. 
 
“Apesar de ter sido pensado inicialmente num outro contexto, o balanço foi muito positivo, porque o facto de ter arrancado numa sede própria possibilitou chegar a um maior número de pessoas dentro e fora no nosso público-alvo inicial, o que nos pareceu uma mais-valia muito interessante”, disse à agência Lusa.
 
Nos programas de intervenção, que têm um mínimo de seis sessões, trabalha-se, sobretudo, "a autoestima, a gestão das emoções, a forma como os miúdos comunicam e como recebem esta comunicação e a aceitação das mudanças que a vida lhes vai impondo”, referiu Andreia Martins.
 
O objetivo é que “os miúdos consigam de uma forma mais continuada e mais consistente gerir as circunstâncias que a vida lhes vai impondo, aceitando o que têm e aceitando como são”.
 
“Aquilo que acreditamos é que trabalhando estas competências (…) as crianças conseguirão ser agentes da sua própria felicidade”, sublinhou.
 
A participação na UCIF é gratuita para as crianças com doenças crónicas e jovens em risco institucionalizados, que são sinalizados pelos hospitais e instituições sociais. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.