União Europeia: Tromboses venosas matam mais de 500 mil pessoas todos os anos

Estudo do VTE Impact Assessment Group in Europe

03 novembro 2005
  |  Partilhar:

As doenças venosas tromboembólicas (que incluem tromboses venosas e embolias pulmonares) atingem mais de 1,5 milhões de pessoas por ano na União Europeia, sendo fatais em cerca de um terço dos casos, segundo os resultados do estudo VITAE (VTE Impact Assessment Group in Europe).Para Alexander Cohen, médico e investigador no King’s College e St Thomas’s Hospital, em Londres, o estudo VITAE demonstra que “as tromboses venosas matam mais europeus por ano do que o cancro da mama, da próstata, VIH/SIDA e acidentes de viação, todos em conjunto”.O estudo VITAE é o primeiro grande trabalho realizado com o objectivo de apurar dados estatísticos sobre a incidência das doenças venosas tromboembólicas e a mortalidade associada à patologia nos 25 países da União Europeia. O estudo visa ainda analisar o custo social e económico da doença na Europa. O painel de especialistas envolvido no VITAE englobou peritos na área da trombose da Europa e dos Estados Unidos.MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.