União Europeia abre consulta pública sobre rótulos dos protectores solares

Bruxelas quer eliminar informações enganosas

04 maio 2006
  |  Partilhar:

 

A Comissão Europeia (CE) anunciou a abertura de uma consulta pública sobre os rótulos dos protectores solares, com a intenção de os tornar mais simples e compreensíveis e eliminando indicações "enganosas", tais como "protecção total".
 

 

Bruxelas pretende, no seguimento da consulta pública agora lançada, que os fabricantes utilizem métodos de ensaio normalizados, nomeadamente relativamente à protecção contra as radiações UVA, e que apliquem um sistema de rotulagem uniforme, simples e compreensível, que contenha também instruções claras sobre como utilizar correctamente o produto.
 

 

Em comunicado, a CE sublinha que o chamado factor de protecção solar (SPF) actua sobretudo contra as radiações UVB, que causam queimaduras solares, mas não relativamente às radiações UVA, que contribuem para agravar o risco de cancro da pele e envelhecimento da pele.
 

 

O novo sistema de rotulagem a ser acordado com a indústria não entrará todavia em vigor antes de 2007, e com a época balnear de 2006 à porta a CE recomenda aos consumidores que escolham ainda assim protectores contra radiações UVA e UVB, mas tendo em conta que estes produtos são "apenas uma entre várias medidas de protecção" contra as radiações solares perigosas.
 

 

Nesse sentido, aconselha a "evitar exposições prolongadas nas horas de maior intensidade solar", "não dispensar t-shirt, chapéu e óculos de sol" e "evitar totalmente que bebés e crianças pequenas se encontrem expostos à luz solar directa".
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.