Uma noite sem dormir pode aumentar o risco de diabetes

Estudo publicado na revista “American Journal of Physiology--Endocrinology and Metabolism”

07 setembro 2018
  |  Partilhar:
Perder uma noite ou só seis horas de sono poderá causar impacto sobre a capacidade do fígado de produzir glicose e processar insulina, aumentando assim o risco de doenças metabólicas como a diabetes de tipo 2 e a esteatose hepática (fígado gordo), indicou um estudo.
 
A privação de sono está associada com um aumento do consumo de alimentos, com um maior sedentarismo e um risco acrescido de diabetes de tipo 2. 
 
Conduzido por investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Toho, Japão, o estudo que foi efetuado em ratinhos, procurou determinar se a intolerância à glicose era devida às alterações alimentares, ao menor dispêndio de energia ou à privação de sono.
     
Os ratinhos foram divididos em dois grupos, com intervenções diferentes. Um dos grupos foi privado de sono durante seis horas por noite e o outro grupo, o de controlo, pôde dormir o desejado. 
 
Antes do estudo, os ratinhos de ambos os grupos receberam uma dieta rica em gordura e água com açúcar em quantidades ilimitadas. Durante o período de sono/vigília os roedores praticaram pouca atividade física.
 
A equipa mediu os níveis de glicose e conteúdo de gordura no fígado imediatamente após o período de ensaio. 
 
Como resultado, foi observado que após uma sessão de seis horas de vigília, os índices de glicose no sangue dos ratinhos com privação de sono eram significativamente superiores aos dos ratinhos do grupo de controlo. No grupo da privação de sono, os níveis de triglicerídeos e a produção de glicose no fígado tinham igualmente aumentado. 
 
Os níveis elevados de triglicerídeos no fígado estão associados a resistência à insulina. Finalmente, a falta de sono fez ainda alterar a expressão das enzimas que regulam o metabolismo no fígado dos ratinhos com privação de sono. Os autores consideram necessários estudos futuros que identifiquem uma forma de intervir sobre a esteatose hepática e resistência à insulina induzidas pela privação de sono. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar