Uma em cada três mulheres sofre de tristeza após relação sexual

Estudo publicado no publicado no “International Journal of Sexual Health”

05 abril 2011
  |  Partilhar:

Uma em cada três mulheres sofre de disforia (tristeza) após a prática sexual, refere um estudo da Universidade de Tecnologia de Queensland, na Austrália, publicado no “International Journal of Sexual Health”.

 

Neste estudo, liderado por Robert Schweitzer, foi analisada, junto de 100 mulheres, a prevalência da disforia pós-sexo (pós-coito) ou a experiência de sentimentos negativos após as relações sexuais. Verificou-se que “32,9% das mulheres relataram sentir sintomas de disforia pós-coito poucas vezes ao longo da vida, mas 10% relataram ter os sintomas durante algum tempo ou na maior parte do tempo”.

 

"Sob circunstâncias normais, o período logo após a relação sexual provoca sensações de bem-estar, juntamente com o relaxamento físico e psicológico. No entanto, as pessoas que experimentam disforia pós-sexo podem expressar os seus sentimentos imediatos após a relação sexual em termos de melancolia, choro fácil, irritabilidade, ansiedade ou sensação de inquietação", observou, em comunicado de imprensa, o investigador Robert Schweitzer.

 

De acordo com o cientista, as investigações sobre a prevalência e as causas da disforia pós-coito são praticamente inexistentes, “mas pesquisas na internet revelam que as informações sobre o assunto são muito procuradas" pelos cibernautas, facto que mostra a necessidade de se aprofundar o estudo sobre o assunto.

 

Segundo explicou Robert Schweitzer, "geralmente, pensa-se que as mulheres que sofreram abuso sexual passam depois a associar os encontros sexuais com o trauma do abuso, juntamente com sensações de vergonha, culpa, punição e perda. Esta associação podia então levar a problemas sexuais e à necessidade de evitar o sexo". Contudo, os investigadores verificaram, no estudo, que essa correlação entre abuso sexual e a disforia pós-coito era limitada. "Isto sugere que outros factores, como predisposição biológica, podem ser mais importantes para a compreensão do fenómeno e para identificar mulheres em risco de experimentar disforia pós-coito."

 

Na próxima fase do estudo, os investigadores vão analisar as características emocionais das mulheres que experimentam disforia pós-coito.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.