Uma em cada 200 adolescentes portuguesas já abortou
25 março 2002
  |  Partilhar:

Uma em cada duzentas jovens portuguesas entre os 15 e os 19 anos já abortou. Uma investigação sobre os comportamentos e conhecimentos dos adolescentes na área da sexualidade realizada a nível nacional apresenta valores até agora inéditos sobre uma realidade que continua em debate em Portugal. O número de jovens que já passaram por uma interrupção voluntária da gravidez (IVG) é ainda mais significativo nas jovens adultas de 19 anos, em que uma em cada 50 admite já ter realizado um aborto.
 

 

Envolvendo perto de sete mil adolescentes, uma amostra representativa da população portuguesa, esta investigação - que revelou também a taxa de depressão entre esta camada etária (avançada pelo DN em primeira mão) - mostra ainda que os rapazes reportam mais IVG de raparigas com quem terão mantido um relacionamento do que as inquiridas.
 

 

Assim, responderam afirmativamente a esta questão do inquérito cerca de dois por cento dos inquiridos, ou seja, quatro vezes mais. Novamente, é na idade dos 19 anos que há uma maior percentagem de envolvidos em IVG, com cinco em cada cem jovens a admitir que a namorada ou companheira já abortou.
 

 

Veja mais no: Diário de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar