Um terço dos gatos e quase metade dos cães portugueses são obesos

Novembro é o mês da Diabetes Animal

15 novembro 2011
  |  Partilhar:

Um terço dos gatos e quase metade dos cães portugueses sofre de obesidade, o principal factor de risco para a diabetes que, tal como nos humanos, se manifesta por perda de peso e aumento de sede, fome e urina.

 

A propósito do Mês da Diabetes Animal, que se assinala em Novembro, um hospital veterinário decidiu alertar para os factores de risco desta doença, cuja variante é muito parecida com a humana. “Tal como nas pessoas, a obesidade é um dos principais factores de risco” da diabetes, lê-se numa nota do Hospital Veterinário das Laranjeiras, citada pela agência Lusa.

 

Em Portugal estima-se que existam 30% dos gatos e 40% dos cães obesos.

 

“A diabetes animal é uma doença endócrina causada pela falta de produção de insulina”, lembra este hospital. A identificação dos sinais clínicos mais frequentes é fundamental para uma intervenção precoce, que evita a doença grave e complicada: aumento da produção da urina, polidipsia, fome excessiva e perda de peso.

 

Luís Cruz, médico veterinário do Hospital Veterinário das Laranjeiras, aconselha “uma boa alimentação, exercício, controlo do peso do animal e visitas regulares ao veterinário de família”, para prevenir a diabetes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.