Um terço dos enfermeiros reformados trabalha no privado

Dados revelados pelo “Diário de Notícias”

22 abril 2010
  |  Partilhar:

Mais de dois mil enfermeiros aposentados continuam a trabalhar, mas no privado, segundo dados revelados pelo jornal “Diário de Notícias”.

 

Desde 1999, segundo dados do Ministério da Saúde citados pelo mesmo jornal, reformaram-se 7.461 enfermeiros. A 31 de Dezembro do ano passado, quase um terço dos que se aposentaram na última década (2.045) comunicou à Ordem dos Enfermeiros que pretendia continuar a trabalhar.

 

Estes dados de 2009 representam, segundo o jornal, um aumento de cerca de 187% face ao número do ano anterior, quando estavam contabilizados 714 enfermeiros reformados activos. Em entrevista ao “Diário de Notícias”, a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Maria Augusta de Sousa, avança com duas possíveis explicações para os números registados de 2009. "Por um lado, houve alterações ao regime de reformas que levaram muitos enfermeiros a pedir a aposentação antecipada, alguns com perdas", explica, acrescentando que a outra razão se prende com o facto de, em 2008, a Ordem "ter feito um pedido de actualização dos dados dos seus associados".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.