Um em cada seis portugueses já pensou suicidar-se

Dados de um estudo DECO/Núcleo de Estudos do Suicídio

13 setembro 2004
  |  Partilhar:

 Dezasseis por cento dos portugueses pensou em suicidar-se, pelo menos uma vez, nos últimos 12 meses, revela um estudo recente realizado pela DECO em colaboração com o Núcleo de Estudos do Suicídio. Das pessoas que tentaram o suicídio, dois em cada cinco «não receberam qualquer tipo de cuidados de saúde» e «20 por cento foram observados na urgência hospitalar, sem hospitalização». Após esse atendimento, apenas 44 por cento foram seguidos. A taxa global de suicídio, no entanto, tem vindo a decrescer desde 1991, segundo dados do Núcleo de Estudos do Suicídio. Um texto daquele organismo divulgado na semana passada refere que, no país, a taxa de suicídio é «moderadamente baixa à escala mundial, mas apresenta as taxas mais elevadas da Europa do Sul». Observa ainda que existe uma «assimetria regional significativa, com as zonas a sul do Tejo a terem taxas mais elevadas», salientando que o sul de Portugal apresenta taxas globais «3 a 5 vezes maiores do que o norte» e que o distrito de Beja é a zona do país com maior taxa de suicídio. Segundo um estudo divulgado em Genebra, na semana passada, altura em que se assinalou o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, o número de suicídios já ultrapassa o de mortes causados pela guerra e em resultado de homicídios. A Organização Mundial de Saúde (OMS) revela que o problema continua a agravar-se, prevendo-se que o número de suicídios aumente pelo menos 50 por cento, para 1,5 milhões, nos próximos 15 anos.Segundo a OMS, o número de suicídios tende a «crescer com a idade». Contudo, também se regista uma tendência alarmante de comportamento suicida entre o grupo de jovens dos 15 aos 25 anos. Os homens continuam a suicidar-se mais do que as mulheres, apesar de serem estas as que mais tentam, sem sucesso, pôr fim à vida, adiantam os mesmos dados da OMS. Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.