Um em cada dez atletas usa substâncias proibidas

Dados da Agência Mundial de Antidopagem

18 agosto 2004
  |  Partilhar:

  O Comité Olímpico Internacional estima que pelo menos um em cada dez atletas usa substâncias proibidas. A fim de inverter esta tendência foi criada em 2000 a Agência Mundial de Antidopagem (AMA). Quatro anos após a sua criação e em época dos jogos olímpicos de Atenas, o seu presidente Richard Pound revela um discurso cuidadoso e pouco optimista. «A guerra contra o ‘doping’ vai durar anos», disse ao diário francês «Le Parisien». «É uma maratona», comentou quando interrogado sobre o trabalho feito para detectar um novo esteróide, a tetrahidrogestrinona (THG). «A nossa experiência com a THG mostra-nos que produtos podem ser criados a partir de uma pequena alteração molecular, de modo a não aparecerem nas análises», referiu Richard Pound. Recorde-se que recentemente a AMA descobriu um laboratório californiano que tinha desenvolvido este esteróide, sendo então possível desenvolver uma técnica de detecção e uma investigação que já atingiu vários atletas de topo, sobretudo dos Estados Unidos.Uma outra vitória da AMA é a garantia dada que nas olimpíadas de Atenas serão introduzidas diversas técnicas antidoping aprovadas recentemente. Entre elas encontra-se o teste para despiste da hormona de crescimento (hGH) substância cada vez mais usada no desporto como alternativa aos esteróides anabolisantes.  Fonte: Correio da Manhã

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.