Um comprimido reúne 3 fármacos para tratamento da Sida

FDA aprova novo medicamento

13 julho 2006
  |  Partilhar:

As pessoas infectadas com o HIV terão em breve ao seu dispor um comprimido constituído por três fármacos que podem assim ser tomados de uma só vez. O comprimido, chamado Atripla, inclui três fármacos que já integravam um dos tratamentos mais prescritos para o HIV. O medicamento foi aprovado esta semana pela Food and Drug Administration (FDA) e custará 1.100 dólares por a caixa para um mês de tratamento. O novo medicamento, que estará no mercado na próxima semana nos EUA, pode substituir os dois ou mais comprimidos que os pacientes seropositivos têm actualmente de tomar por dia para neutralizar o HIV. Para Andrew von Eschen, da FDA, este comprimido tem a vantagem de levar os pacientes a cumprir mais facilmente a terapia prescrita e, ao mesmo tempo, travar a emergência, e consequentemente a transmissão, de estirpes do vírus resistentes aos medicamentos. O novo medicamento não substitui porém outros fármacos que os pacientes com SIDA têm muitas vezes de tomar para combater infecções e outras complicações surgidas nos seus debilitados sistemas imunitários. O Atripla combina o Viread (tenofovir), o Emtriva (entricitabina) e o Sustiva (efavirenz). O Viread e o Entriva, ambos produzidos pela Gilead Sciences Inc, são actualmente vendidos combinados sob o nome de Truvada. O Sustiva é fabricado pela Bristol-Myers Squibb Co. Todos estes medicamentos estão à venda em Portugal. A Gilead, a Bristol-Myers Squibb e a Merck & Co. Inc tencionam requerer em breve a aprovação do Atripla fora dos EUA. Fontes: Lusa e Imprensa Internacional MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.