Ultra-sons ajudam a dissolver coágulos no cérebro

Ensaios clínicos trazem novas armas de combate à doença

23 novembro 2004
  |  Partilhar:

Ultra-sons combinados com um medicamento específico permitem dissolver mais eficazmente coágulos sanguíneos no cérebro, segundo ensaios clínicos cujos resultados foram publicados na semana passada nos Estados Unidos.Uma equipa de médicos chefiada por Andrei Alexandrov, professor de Neurologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Houston (Texas), examinou 126 pessoas vítimas de acidentes cérebrovasculares, todos tratados nas três horas seguintes com t-PA, um activador do plasminogénio.O plasminogénio é uma proteína das paredes arteriais que ajuda o organismo a eliminar os coágulos sanguíneos. «Pela primeira vez mostrámos clinicamente a eficácia da combinação dos ultra-sons e do t-PA (tissue plasminogen activator) para vítimas de acidentes cerebrovasculares» provocados por um coágulo, escreveu Alexandrov no New England Journal of Medicine.«Este tratamento melhora os fluxos sanguíneos no cérebro e aumenta a recuperação clínica nos minutos seguintes à sua aplicação», acrescentou.Os ultra-sons provocam vibrações nas moléculas à superfície e no interior das estruturas do coágulo que facilitam a acção dissolvente do t-PA. Metade do grupo de pacientes tratado com ultra-sons e t-PA registou claras melhoras, com o quase total desaparecimento do coágulo nas duas horas seguintes ao tratamento, explicou Alexandrov. No outro grupo, tratado apenas com t-PA, esse resultado foi de apenas 30 por cento. Registaram-se hemorragias cerebrais em 4,8 por cento dos pacientes dos dois grupos, precisaram os investigadores.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.