UE financia Centro de Investigação do HIV em África

Continente Africano concentra o maior número de pessoas com SIDA

25 julho 2004
  |  Partilhar:

A União Europeia (UE) inaugurou esta semana, na Cidade do Cabo, na África do Sul, um centro de investigação destinado a desenvolver novas intervenções clínicas para lutar contra o HIV/SIDA, a malária e a tuberculose, através de uma parceria a longo prazo entre a Europa e os países em desenvolvimento. A UE pretende com este centro uma melhor coordenação e um reforço da qualidade da investigação.A Parceria Europa / países em desenvolvimento para a realização de ensaios clínicos (European and Developing Countries Clinical Trials Partnership - EDCTP) pretende cumprir o objectivo de acelerar odesenvolvimento de novos medicamentos e vacinas contra estas doenças que matam milhares de pessoas por ano em todo o continente africano.Este continente concentra o maior número de pessoas contagiadas com o HIV ou com Sida, estando esta doença a afectar mais de cinco milhões de pessoas. A malária, uma doença que se pode prevenir, mata em África cerca de 3.000 crianças. Estão destinados pela UE cerca de 3,5 milhões de euros para o primeiro ano de investigação clínica. No entanto, está também assegurado o finaciamento de 18 ensaios clínicos em África e 9 na Europa no decorrer dos próximos 3 anos.  Fonte: Reuters

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.