TV e computador em excesso aumentam risco de Depressão nos jovens

Estudo publicado nos “Archives of General Psychiatry”

05 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

Passar muitas horas durante a adolescência em frente ao televisor, a assistir a programas ou a jogar, pode aumentar a probabilidade de sofrer de depressão na idade adulta, sugere um estudo iniciado em 1995 e publicado agora nos “Archives of General Psychiatry”.  

 

O estudo, liderado por Brian Primack, da University of Pittsburgh, nos EUA, analisou o tempo gasto por 4 142 adolescentes em frente ao televisor ou computador. Verificaram que, em média, os adolescentes passaram quase seis horas por dia em contacto com um aparelho electrónico: duas horas e meia a ver TV; 62 minutos a ver filmes de vídeo; 41 minutos a jogar computador e duas horas e meia a ouvir rádio.  

 

Sete anos depois, os cientistas efectuaram novo inquérito junto dos jovens e concluíram que 7,4% (308) tinham desenvolvido sintomas de depressão.  

 

Na análise, Brian Primack refere que “os participantes do estudo apresentavam um risco claramente maior de depressão por cada hora adicional passada à frente de um televisor”.  

 

Os autores apontam como explicação para a relação entre o ver demasiada TV e o desenvolvimento de depressão o facto de os adolescentes realizarem menos actividades sociais ou desportivas fora de casa.  

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.