Tutancamon foi assassinado?

Cientistas ainda não conseguiram confirmar teoria

10 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Continua o mistério em torno da morte do faraó Tutancamon. As tomografias revelaram não existir indícios de que tenha sido atacado.
 

 

Os resultados das tomografias feitas na múmia de Tutancamon não indicam que o jovem faraó, que reinou no Egipto há cerca de 3.300 anos, tenha sido assassinado. Mas o mistério em torno da sua morte, aos 19 anos, parece longe de ser solucionado.
 

 

«É virtualmente impossível provar como ele morreu», disse nesta Zahi Hawass, secretário-geral do Conselho Superior de Antiguidades do Egipto, ao anunciar as conclusões do estudo que começou há dois meses.
 

 

«Em resposta às teorias de que Tutancamon teria sido assassinado, a equipa não encontrou nenhuma prova de qualquer pancada na parte posterior da cabeça ou de outro sinal de que tenha sido atacado», afirma o comunicado apresentado pelo conselho.
 

 

Em entrevista, Hawass disse que os investigadores também consideram «extremamente improvável» que o jovem faraó tenha sofrido um acidente e magoado seriamente a região do tórax, como afirmam algumas teses.
 

 

As tomografias revelaram uma fractura no fémur esquerdo que poderia ter ocorrido pouco antes da sua morte e desencadeado um processo infeccioso capaz de o ter conduzido à morte.
 

Mas há controvérsias nesta questão, uma vez que parte da equipa acredita que a fractura possa ter sido causada pelos embalsamadores, ou seja, depois da morte de Tutancamon.
 

 

À falta de provas contundentes, Hawass acredita que o faraó tenha morrido ou de causas naturais ou de envenenamento. «No entanto, vamos estudar as vísceras e verificar se os órgãos mostram algum sinal», explicou o cientista, garantindo, no entanto, que a possibilidade de sucesso é mínima.
 

 

O jovem faraó, segundo os investigadores, teve infância e adolescência saudáveis, com boa alimentação e nenhum sinal de desnutrição ou doenças infecciosas.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.