Turistas infectados com hepatite A no Egipto

Água do Hotel na origem da contaminação

29 agosto 2004
  |  Partilhar:

Mais de 120 turistas, 100 dos quais alemães, que estiveram hospedados num mesmo hotel em Hurghada, no Leste do Egipto, estão infectados com hepatite A. A informação foi avançada ontem por dois institutos médicos de Berlim.De acordo com a AFP, o grupo esteve hospedado no mesmo hotel egípcio, entre meados de Junho e fim de Julho. Num comunicado do Instituto Robert Koch e do Instituto dos Trópicos, alguns destes pacientes, com idades compreendidas entre os seis e os 66 anos, permanecem hospitalizados.Para além de alemães, o grupo inclui ainda vários cidadãos de nacionalidade holandesa, dinamarquesa e austríaca. A doença, de origem viral, é transmissível oralmente. Uma das formas de contágio é através da água. «Este tipo de icterícia constitui uma doença benigna, que se cura após alguns dias ou semanas», afirmou Christian Schoenfeld, do Instituto dos Trópicos, em Berlim. No entanto, podem aparecer complicações. No mesmo documento, os dois institutos médicos não excluem a hipótese de que a doença possa vir a propagar-se entre as pessoas que contactem de perto com os 120 turistas.Fonte: Diário de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.