Turista britânico em coma há um mês depois de picada de mosquito nos EUA

Caso de Encefalomielite Equina do Leste

09 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

Michael Nicholson, 35 anos, estava a passar férias em New Hampshire, no Verão, quando foi picado por um mosquito. Segundo a família, no dia 31 de Agosto, quando voltaram para a Escócia depois de seis semanas nos EUA, Michael começou a sentir-se mal, foi internado e ficou em coma. Está inconsciente há mais de um mês.
 

Mesmo que sobreviva, disse Sharan McKenzie à BBC, citando os médicos do Hospital Geral de Edimburgo oeste, deverá ficar incapacitado para sempre.
 

 

Segundo a BBC News, o caso do turista britânico é o primeiro do vírus EEE (Encefalomielite Equina do Leste) na Europa. A maioria dos infectados não ficam doentes mas, quando acontece, os sintomas vão de febres altas e cansaço a dores musculares. O vírus EEE pode provocar situações clínicas graves como a inflamação do cérebro, coma, convulsões e inclusive a morte.
 

 

Estima-se que nos EUA a taxa de mortalidade associada à doença ronde os 35%. Apesar de ser considerada rara em humanos, é uma das patologias transmitidas por mosquitos mais graves no norte do continente americano. Não tem vacina nem cura e as pessoas que sobrevivem ficam normalmente com lesões permanentes.
 

 

Segundo a BBC News, os EUA registaram cerca de 220 casos do vírus EEE em humanos entre 1964 e 2004, numa média de 5 por ano.
 

 

Fontes: Público e BBC
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.