Tumores crescem devido a um tipo especial de células

Investigação vai ajudar a desenvolver tratamentos mais eficazes

26 fevereiro 2003
  |  Partilhar:

Apenas algumas das células de um tumor canceroso apresentam capacidade para se multiplicar, estendendo a doença a outros órgãos, concluíram investigadores norte-americanos em estudo que publicaram na revista Proceedings, da Academia norte-americana das ciências.
 

 

O trabalho, realizado no Centro Intensivo para o Cancro da Universidde de Michigan (EUA) e liderado por Michael Clarke, indica que apenas entre 1 e 15 por cento das células cancerosas podem originar novos tumores.
 

 

Os cientistas injectaram em ratinhos células de cancro da mama de humanos, classificadas segundo o tipo de proteínas contidas na sua membrana exterior (marcadores celulares).
 

 

Um determinado tipo de célula causou o crescimento de tumores: o que na sua membrana exterior continha a proteína conhecida como CD44 e apresentava níveis muito baixos ou inexistentes do marcador conhecido como CD24.
 

 

Essas células mostraram uma grande capacidade para se transformarem em qualquer tipo de células presentes num tumor, de modo semelhante à forma como as células mãe podem gerar qualquer tipo de tecido num organismo normal.
 

 

O próximo objectivo dos investigadores de Michigan, segundo Clarke, é estudar outros tipos de tumores para determinar se contêm células semelhantes. Os autores consideram que entender o funcionamento destas células e compreender porque razão são capazes de gerar tumores vai ajudar a desenvolver tratamentos mais eficazes contra o cancro. Além disso, estas «células mãe cancerosas» revelam uma grande resistência à quimioterapia.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.