Tuberculose diminui em Portugal

Estudo da Direcção-Geral da Saúde

21 abril 2009
  |  Partilhar:

A tuberculose está a diminuir de forma consistente em Portugal, segundo um estudo da Direcção-Geral da Saúde, actualizado em Março.

 

O documento "Situação epidemiológica da tuberculose e resultados em Dezembro de 2008", divulgado pelo Portal da Saúde, aponta para um franco declínio da tuberculose associada à imigração e à co-infecção Tuberculose/VIH.

 

Em 2008, foram diagnosticados 2.916 casos de tuberculose, incluindo novos casos e recidivas, dos quais 2.519 são de nacionais e 397 (13,6%) dizem respeito a imigrantes. A incidência dos casos novos foi de 2.686. Isto representa uma redução significativa, consistente com o valor médio anual de -7,2% da última década.

 

As assimetrias na distribuição geográfica são já menos pronunciadas: seis distritos do continente são áreas de incidência intermédia, enquanto 12 distritos e as regiões autónomas dos Açores e Madeira são de baixa incidência.

 

A relação masculino/feminino foi de dois para um, quer entre os nacionais quer entre os imigrantes. A proporção de 13,6% de imigrantes é das mais baixas da União Europeia (UE).

 

Quanto à prevalência de sida entre as pessoas com tuberculose ela é de 413 (14%). Trata-se da maior percentagem de toda a Europa, predominando nos distritos de Faro (25%), Setúbal (24%) e Lisboa (21%). Contudo, em números absolutos, há a registar uma redução de 34% nos últimos cinco anos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.