Tuberculose ainda é um problema de saúde no Brasil

Governo estabelece prioridades

11 agosto 2009
  |  Partilhar:

A tuberculose é uma das maiores prioridades do Governo brasileiro, segundo o novo Programa Nacional de Controlo da doença. O país ocupa o 14º lugar da lista mundial dos 22 países com a maior taxa de incidência da doença.

 

Contudo, segundo informações governamentais citadas pela agência Lusa, a situação tem vindo a melhorar, dado que o país tem, actualmente, uma taxa de mortalidade 10 vezes inferior à média mundial (2,4 por 100 mil habitantes, enquanto no mundo a média ronda 25 por cada 100 mil pessoas).

 

A mesma fonte referiu que a meta de reduzir a mortalidade será atingida em 2011, antes do prazo estipulado pelas Nações Unidas. No que se refere à taxa de incidência da doença, a meta é passar de 38,2 por 100 mil habitantes para27,6 por 100 mil pessoas até 2015.

 

Uma das ideias do Governo brasileiro para reduzir a mortalidade consiste em tornar o país auto-suficiente na produção de medicamentos de “dose fixa”, recomendada pela OMS, que aumentará o número de fármacos de três para quatro e reduzirá a quantidade de comprimidos diários de seis para dois. Ainda este ano, o sistema público de saúde terá à disposição um novo medicamento para o tratamento com um esquema terapêutico diferenciado a partir da combinação de dois fármacos num único comprimido.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.