Tromboembolismo Venoso mata cerca de 543 mil europeus

Dados do estudo ENDORSE

14 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

O Tromboembolismo Venoso (TEV) é responsável por cerca de 543 mil mortes por ano na Europa, mais do dobro do somatório das vítimas de Sida, Cancro da Mama, Cancro da Próstata e acidentes rodoviários, revela um estudo europeu.
 

 

O estudo, denominado ENDORSE, envolveu 68.183 doentes em 358 hospitais de 32 países, dos quais 1.787 doentes e nove hospitais em Portugal, e foi apresentado sexta-feira em Viana do Castelo nas III Jornadas de Actualização em Doença Vascular Pulmonar.
 

 

O trabalho pretendeu, de acordo com Ana França, médica coordenadora nacional do estudo, determinar quantos indivíduos estão em risco e recebem tratamento preventivo e também alertar para a necessidade urgente de prevenção do TEV em doentes hospitalizados.
 

 

Em Portugal, as conclusões da investigação revelam que mais de metade dos doentes hospitalizados está em risco de TEV, e que as medidas de prevenção são aplicadas em apenas cerca de 58% do universo de risco. O estudo revela igualmente que cerca de 1% dos doentes hospitalizados são internados em consequência de Tromboembolismo Venoso. O trabalho ainda revela que a Embolia Pulmonar, como consequência grave do TEV, é responsável por cerca de 10% das mortes ocorridas em hospitais.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.