Trinta e oito a 70% dos reclusos portugueses são consumidores de droga
28 agosto 2001
  |  Partilhar:

O Observatório Europeu da Droga e Toxicodependência (OEDT) anunciou hoje que entre 38 e 70% da população prisional portuguesa é consumidora de drogas.
 

 

De acordo com as estimativas divulgadas, a Espanha é o segundo país comunitário a apresentar uma percentagem elevada de consumidores de estupefacientes entre a população prisional, com taxas de 35 a 54%, seguida pela Suécia que estima em 47% o número de presos consumidores de drogas.
 

 

A Áustria, com uma população prisional consumidora de estupefacientes estimada entre os 10 e os 20%, é o país que apresenta a percentagem mais baixa de consumidores de drogas entre os presos.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

O relatório refere ainda que o consumidor de droga nas cadeias europeias é habitualmente um indivíduo de baixos recursos, consumidor frequente e com várias condenações por consumo de droga, que passou por diversas tentativas de desintoxicação e com graves problemas de saúde, incluindo doenças infecciosas.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.