Três pacientes receberam órgãos infectados com HIV

Erro de laboratório no Hospital Careggi de Florença

22 fevereiro 2007
  |  Partilhar:

 

Médicos italianos transplantaram terça-feira passada dois rins e um fígado de uma dadora com HIV positivo a três pacientes num hospital da cidade de Florença, em Itália, devido a um erro laboratorial.
 

 

Segundo o "site" na Internet da cadeia de televisão brasileira Globo, os médicos do Hospital Careggi, em Itália, admitiram ter transplantado o fígado e os rins de uma mulher infectada com o vírus HIV, depois de um biólogo do laboratório hospitalar ter anotado erradamente "HIV-negativo" na ficha da dadora. "Foi um trágico erro humano e o primeiro há mais de 40 anos", disse o chefe do Hospital Careggi, Edoardo Majno.
 

 

Segundo a Globo, os médicos informaram que a dadora, de 41 anos, que morreu de hemorragia cerebral, provavelmente não sabia que tinha a doença e os seus familiares, que concordaram com a doação, também desconheciam.
 

 

Ainda não se sabe se os três transplantados foram infectados com HIV, mas, segundo o chefe daquele hospital, "a possibilidade é bastante alta". A divulgação deste erro surge após vários meios de comunicação social italianos terem denunciado práticas de tratamentos inadequados nos hospitais daquele país, assim como falta de higiene e baixos padrões de segurança no sistema de saúde daquele país.
 

 

Há um mês, um outro caso tinha chocado a Itália, quando uma paciente, de 16 anos, morreu durante uma cirurgia ao apêndice devido a uma alegada falha no sistema eléctrico do hospital, sem que os equipamentos estivessem ligados ao gerador de emergência.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.