Três médicos condenados em caso de negligência

Caso remonta a 2002

09 outubro 2005
  |  Partilhar:

 

Uma ginecologista e dois cirurgiões de Coimbra foram na semana passada condenados a penas de multa num caso de negligência com ofensa à integridade física que envolveu uma paciente com cancro da mama, que veio a morrer em 2002.
 

 

Dos cinco médicos acusados, três foram condenados ao pagamento de 12 mil euros, 7500 euros e 4050 euros, enquanto os outros dois (radiologistas) foram absolvidos.
 

 

A sentença do Tribunal de Coimbra estimou ainda uma indemnização cível de 32 500 euros, a pagar pelos três médicos, os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) e a respectiva companhia de seguros.
 

 

O tribunal deu como provado que a paciente foi sujeita a uma operação em Dezembro de 1997 que era desnecessária, uma vez que não atingiu a profundidade necessária para lhe retirar o tumor maligno. A vítima, que viria a falecer a 25 de Julho de 2002, fez queixas, já na fase pós-operatória, à médica do serviço de ginecologia oncológica dos HUC. Mas, de acordo com o tribunal, a queixa não foi valorizada.
 

 

Fonte: Público
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.