Três em cada quatro idosos sofrem de violência doméstica

Estudo da Universidade do Minho

11 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

Um estudo desenvolvido na Universidade do Minho, coordenado pelo professor José Ferreira Alves, do departamento de Psicologia, junto de 104 pessoas, com 65 anos e mais, em três centros de dia de Braga, que vivem de forma relativamente independente no concelho, revela que três em cada quatro confessaram-se vítimas de maus-tratos, negligência, abuso emocional e exploração financeira, isto é, 73,1% das pessoas inquiridas.
 

 

Os resultados deste estudo vêm ao encontro dos números apresentados, esta semana, pelo Núcleo Mulher e Menor, um projecto da GNR que estuda também episódios de violência cometidos com vítimas específicas, como idosos ou deficientes. Segundo os responsáveis pela força militarizada, o número de casos de violência doméstica sobre idosos aumentou quase 60 por cento em 2006, registando assim um caso de agressão em cada três dias.
 

 

De acordo com os resultados divulgados pela TSF, foram abertos 139 inquéritos por maus-tratos a idosos, entre Janeiro e Novembro de 2006, ao passo que, durante todos o ano de 2005, o número de queixas não ultrapassou as 82. Bragança e Almada lideram o ranking do maior número de queixas apresentadas.
 

 

Fontes: Jornal de Notícias e TSF
 

MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.