Treinos intensos de resistência aumentam risco de problemas cardíacos

Trabalho publicado no "The European Heart Journal"

26 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

Os desportistas que se submetem a treinos intensos de resistência, como os corredores de maratona, arriscam-se a contrair danos no ventrículo direito do coração que podem resultar em arritmia.
 

 

Um grupo de especialistas da Universidade Leuven, Bélgica, comprovou que os defeitos no ventrículo direito, que costumam ser detectados nos casos de Arritmia Ventricular (doença de origem genética), podem também ser provocados pelo exercício intenso e continuado.
 

 

Para a investigação, publicada no "The European Heart Journal", os médicos analisaram 22 atletas, entre Julho de 1997 e Abril de 2005, com idades compreendidas entre os 18 e os 55 anos e que sofriam de arritmia ventricular, mas não apresentavam anomalias coronárias.
 

 

Os autores do estudo compararam este grupo com outro de 15 atletas saudáveis, assim como com um terceiro grupo de pessoas que não eram desportistas e não tinham a doença.
 

 

Todos os atletas analisados tinham participado em treinos de pelo menos duas horas, três vezes por semana, durante cinco anos.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.