Tratar a insónia sem medicamentos

Investigadores de Leiria anunciam projecto

28 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

Um grupo de investigadores do Instituto Superior de Línguas e Administração (ISLA) de Leiria anunciou a realização de um projecto para doentes com insónia, que prevê a cura da doença sem uso de medicamentos.
 

 

Denominado «Projecto Insónia» e integrado na Unidade de Investigação e Intervenção em Psicologia (UNIIPSI) do ISLA, esta iniciativa visa o tratamento de pacientes de insónia, apenas com acompanhamento psicológico.
 

 

Carlos Lopes Pires, coordenador da UNIIPSI, em entrevista à Lusa, explicou que cada doente vai celebrar com o grupo de estudo um «protocolo terapêutico» que visa a «aquisição de hábitos de vida saudáveis» e um acompanhamento psicológico regular.
 

«O objectivo específico do estudo é a identificação de algumas das componentes principais do tratamento psicológico das insónias, considerando a existência das diferenças individuais», proferiu o responsável.
 

 

Na sua opinião, os doentes consomem em demasia medicamentos que, em muitos casos, se revelam prejudiciais ao tratamento das doenças, como é o caso da insónia. «Não só estas substâncias não se devem usar alguns dias seguidos», como ao fim de duas semanas «o corpo acaba por se habituar à substância, que deixa de ser eficaz», pelo que é necessário aumentar a dosagem ou a força do «princípio activo». Para o especialista, «apenas uma ínfima percentagem da população que sofre de insónia recebe tratamento adequado».
 

 

Para iniciar o programa no início de Fevereiro, Carlos Lopes Pires apela a todos os interessados para que se inscrevam no ISLA de Leiria até ao final de mês.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.