Tratar a depressão ajuda no auto-cuidado com a diabetes

Estudo publicado na revista “Medical Care”

03 maio 2011
  |  Partilhar:

Tratar a depressão em pacientes com diabetes melhora a sua saúde global, de acordo com um estudo publicado na revista “Medical Care”.

 

O trabalho, realizado por investigadores da Universidade do Michigan, EUA, envolveu 145 pessoas com diabetes tipo 2 e que também sofriam de depressão. Todos receberam tratamento durante um ano, que incluiu 12 semanas de terapia cognitiva-comportamental, por telefone, seguido de nove meses de sessões de reforço também através de telefone. Também foram instruídos a participar num programa de caminhadas.

 

Estes pacientes foram comparados com um grupo de controlo de 146 pacientes com depressão e diabetes que receberam um atendimento normal para a diabetes. No final do ano, os sintomas depressivos estavam em remissão em 58% dos pacientes do grupo de intervenção e 39% do grupo de controlo. O programa de intervenção também conduziu a uma redução da pressão arterial, a um aumento das caminhadas para 6,4 km por semana e a uma melhoria da qualidade de vida em geral. No entanto, a maioria dos pacientes já tinham um bom controlo da glicemia no início da intervenção, de modo que os níveis de A1C, uma medida de controlo glicémico, não apresentaram reduções.

 

Depressão e diabetes andam, muitas vezes, de mãos dadas. Mas a depressão pode ser um problema para os diabéticos, porque os torna menos propensos a seguirem o programa de exercício físico ou a cumprirem a medicação. "A depressão é um problema comum e tratável, para muitos pacientes com diabetes", disse, em comunicado de imprensa, John Piette, líder da investigação, acrescentando que “infelizmente, a maioria dos hospitais com maior afluência de pacientes não podem fornecer o nível de atenção intensiva que os pacientes necessitam”.

 

O estudo constatou ainda que o aconselhamento telefónico pode melhorar o acesso dos pacientes aos cuidados eficazes para o tratamento da depressão, melhorar a sua saúde cardiovascular e colocá-los novamente fisicamente activos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.