Tratamento mais curto mostra-se eficaz contra Tuberculose

Estudo publicado na “Lancet”

07 abril 2009
  |  Partilhar:

O antibiótico moxifloxacina administrado em conjunto com outros fármacos pode acelerar o tratamento da tuberculose, de acordo com os resultados de um teste preliminar divulgados na revista “Lancet”.

 

O tratamento actual associa vários antibióticos que são administrados ao longo de seis meses, mas, por ser tão demorado, inúmeros pacientes não terminam o tratamento. As consequências disso são, por um lado, o aumento dos riscos de multirresistência no paciente e, por outro lado, uma subsequente transmissão a outras pessoas.

 

O ensaio clínico de fase II foi realizado no Instituto de Doenças do Tórax/Hospital Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no Brasil, com quase 170 pacientes com tuberculose.

 

Após oito semanas, 80% dos pacientes tratados com a moxifloxacina apresentaram resultados negativos ao bacilo, contra 63% no grupo que não recebeu este antibiótico.

 

De acordo com o estudo, a taxa de conversão após oito semanas "sugere que a moxifloxacina, em associação com outros medicamentos antituberculose de primeira linha, pode reduzir em vários meses a duração do tratamento necessário para curar a tuberculose".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.