Tratamento inovador evita operação a hérnias discais

Estudo português consegue evitar 90% de cirurgias

13 junho 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Cerca de 90 por cento dos doentes com hérnia discal podem evitar ser operados, através de um tratamento com uma corrente eléctrica de alta-frequência, revela um estudo português publicado este mês numa revista científica internacional.
 

 

A conclusão, publicada num artigo da revista Pain Practice, é do médico Alexandre Teixeira, que tratou com Rádio Frequência por Pulsos (RFP) 13 doentes a quem tinha sido indicada a necessidade de cirurgia e conseguiu evitar a operação em 12 deles.
 

 

O tratamento consiste na introdução de uma cânula (uma espécie de agulha) ligada a um aparelho de alta- frequência (a mesma dos transístores de rádio) na região adjacente ao nervo, criando um campo eléctrico que provoca alterações na célula nervosa.
 

 

Além de poder evitar a operação e as complicações que muitas vezes lhe estão associadas, a técnica permite reduzir os custos e o tempo de recuperação, de acordo com o especialista, pioneiro na aplicação à hérnia discal deste tratamento, que pode também ser utilizado na redução de outro tipo de dores severas.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

hernia de disco RFP

Gostaria de saber na integra este estudo, o qual muito me interessa, devido a minha profissão de fisioterapeuta
r

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.