Tratamento de feridas crónicas foi premiado

17.º Prémio do Jovem Empreendedor da ANJE

20 novembro 2015
  |  Partilhar:
O 17.º Prémio do Jovem Empreendedor da ANJE foi atribuído à startup de biotecnologia Exogenus Therapeutics como resultado do desenvolvimento de um tratamento inovador de feridas crónicas. Uma startup que desenvolve medicamentos para crianças com base em guloseimas 100% naturais a menção honrosa.
 
Estes prémios, apurados entre um conjunto de mais de 150 candidaturas, foram atribuídos na gala da Feira do Empreendedor 2015 da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), que decorreu ontem na Alfândega do Porto.
 
A startup de biotecnologia Exogenus Therapeutics, responsável por uma inovadora terapia celular aplicada à medicina regenerativa vai receber 20 mil euros em dinheiro, mais um conjunto integrado de apoios no valor de 10 mil euros.
 
"Foi ainda distinguida com menção honrosa a DoctorGummy, startup que desenvolve medicamentos para crianças com base em guloseimas 100% naturais", refere a ANJE num comunicado enviado à agência Lusa.
 
A vencedora Exogenus Therapeutics – fundada este ano – dedica-se ao desenvolvimento, pré-clínico e clínico, de terapias celulares aplicadas à medicina regenerativa, especialmente ao tratamento de lesões cutâneas, estando o primeiro produto da startup em fase final de desenvolvimento, consistindo num inovador tratamento de feridas crónicas, derivado de sangue do cordão umbilical.
 
"Com as suas terapias celulares, a Exogenus Therapeutics pretende revolucionar o tratamento de feridas crónicas (diabetes, hipertensão arterial, úlceras venosas, etc.) e mudar a vida de milhões de doentes em todo o mundo", refere o mesmo texto.
 
A empresa que recebeu a menção honrosa está a entrar no mercado com um processo inovador de administração de medicamentos a crianças, com base em guloseimas 100% naturais.
 
"Sem adição de açúcar, glúten, lactose, corantes ou conservantes artificiais, as gomas desenvolvidas pela DoctorGummy incorporam o princípio ativo dos medicamentos e funcionam como excipiente", explicam.
 
Na opinião do presidente da ANJE, João Rafael Koehler, "a intensidade de inovação, a capacidade tecnológica e o potencial económico das startups vencedoras, bem como de muitos outros candidatos ao 17.º Prémio do Jovem Empreendedor, são reveladores da vaga de empreendedorismo baseado no conhecimento que está a ocorrer no país e da capacidade da ANJE de atrair talento enquanto ecossistema empreendedor".
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.