Tratamento com células estaminais melhora lesões neurológicas

Revisão publicada no “International Journal of Molecular Sciences”

28 dezembro 2010
  |  Partilhar:

Num amplo resumo, publicado no “International Journal of Molecular Sciences”, foram compiladas informações de todos os estudos pré-clínicos sobre a origem das células neuronais derivadas de células do sangue do cordão umbilical e os mecanismos propostos para explicar a sua acção neuroprotectora.

 

Vários estudos têm comprovado que a administração de células do cordão umbilical consegue melhorar a recuperação de animais após lesões isquémicas cerebrais, como acidentes vasculares cerebrais (AVC), lesões cerebrais traumáticas e lesões hipóxico-isquémicas neonatais.

 

Os trabalhos de investigação analisados nesta revisão – segundo dá nota um comunicado de imprensa enviado pela Criestaminal - mostram que após o transplante de células do cordão umbilical, em animais com dano cerebral isquémico, as células migram para a área lesada do cérebro, e algumas diferenciaram-se em células com fenótipos neuronais, gliais e vasculares endoteliais.

 

Além disso, os estudos referenciados neste artigo de revisão demonstram ainda que nos animais transplantados, a área lesada diminui, verificando se uma relação inversa entre a quantidade de células do cordão umbilical transplantadas e a área lesada após o transplante. “A consequente melhoria neurológica funcional é significativa e ilustra a eficácia terapêutica deste tratamento, que se confirma mesmo quando as células não são administradas imediatamente após a lesão”, refere o mesmo comunicado.

 

Os efeitos benéficos funcionais que têm sido observados estão na base dos ensaios clínicos a decorrer em crianças com paralisia cerebral e outras doenças neurológicas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.