Transplante de córnea vai poder ser feito no Algarve

Dados revelados pelo director do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio

05 novembro 2010
  |  Partilhar:

O Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio (CHBA) poderá iniciar em 2011 o transplante de córneas, o que permitirá reduzir custos no tratamento de doentes nessa especialidade, ao deixar de ficar dependente da transferência dos doentes para o Hospital de Santo António, no Porto, notícia o jornal “Diário de Notícias”.

 

"Se nos lembrarmos de que um doente que precise de um transplante de córnea tem de ir para Lisboa ou para o Porto, já que trabalhamos com hospitais dessas zonas do País, se criarmos um banco de córneas e se quem colabora connosco vier cá fazer os transplantes e ensinar os nossos profissionais a adquirir experiência nesse campo, tal sair-nos-á muito mais barato. Tudo vai depender muito do número de pessoas que necessitem do transplante de córneas", disse ao DN o presidente do CHBA, Luís Batalau.

 

Depois de ter obtido autorização com vista à colheita de córneas, o CHBA espera dar outros passos para a concretização deste projecto. A fase seguinte passa por receber luz verde para dispor de um banco de córneas, "de modo a fazermos colheitas. E, sempre que for possível fazer uma colheita de córneas, vamos fazê-la. Se tivermos um banco de córneas, o passo seguinte será fácil", sublinhou Luís Batalau, sem adiantar estimativas quanto ao número de transplantes que será possível levar a efeito por ano.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.