Transgénero que manteve órgãos femininos mostra gravidez de cinco meses

Notícia abre polémica nos EUA

28 março 2008
  |  Partilhar:

Uma mulher que se submeteu a tratamentos para mudar de sexo, mantendo contudo os órgãos sexuais femininos, tornando-se legalmente homem, encontra-se no quinto mês de gravidez, revela a edição de 26 de Março da revista americana “The Advocate” (www.advocate.com), destinada a um público homossexual, bisexual e transgénero.
 

 

Perante a incapacidade da mulher, com quem vive há 10 anos, em engravidar depois de uma histerectomia por motivos de doença, Thomas Beatie, que vive em Oregon, nos EUA, decidiu interromper a terapia hormonal com testosterona e engravidar. Depois de o casal ter consultado nove especialistas, conseguiu finalmente comprar esperma de um dador anónimo e fazer a inseminação em casa. A primeira gravidez, de trigémeos, era ectópica. A segunda gravidez está a correr dentro do previsto e Thomas deverá dar à luz uma menina a 3 de Julho de 2008.
 

 

A gravidez foi confirmada pela revista, que falou com o ginecologista, e o artigo é ilustrado por uma imagem de Thomas, com barba e mostrando uma generosa barriga de gravidez.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.