Trabalhadores nocturnos com maior risco de desenvolver Cancro

Alerta da OMS

10 dezembro 2007
  |  Partilhar:

Os trabalhadores nocturnos têm maior risco de vir a sofrer de Cancro que o resto da população devido a alterações no relógio biológico que levam à redução da imunidade, revela um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS).
 

 

"Os turnos laborais que implicam uma alteração dos ritmos biológicos do sono podem ser cancerígenos para o ser humano", revela a Agência Internacional de Investigação sobre Cancro da OMS (IARC), num relatório a publicar em Janeiro na revista inglesa “Lancet Oncology”.
 

 

Segundo a agência, este tipo de trabalhos, que ocupa cerca de 20% da população da Europa e América do Norte, poderá vir no futuro a ser classificado como "provável ou possivelmente cancerígeno" pela OMS, apesar de o estudo admitir que são necessários mais trabalhos que confirmem esta ligação e eliminem outros factores de risco neste segmento da população.
 

 

O relatório envolveu 24 investigadores da agência que ao longo de vários anos analisaram todas as investigações publicadas sobre esta matéria. Alguns dos estudos analisados pelos investigadores evidenciaram maior risco de Cancro da Mama entre as mulheres que trabalharam de noite durante longos períodos, como as enfermeiras, e da próstata entre os homens cuja jornada laboral começava ao anoitecer. São ainda citadas no relatório experiências com ratinhos em que os animais foram expostos à luz artificial durante 24 horas para comprovar o efeito sobre o seu organismo.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.