Toma de nimesulida não deve exceder os 15 dias

Parecer da Agência Europeia do Medicamento

23 setembro 2007
  |  Partilhar:

 

A autoridade europeia do medicamento recomendou que a toma de fármacos com nimesulida não deve exceder os 15 dias, para minimizar riscos de problemas hepáticos, informou o INFARMED.
 

 

Numa circular informativa, datada de sexta-feira, a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (INFARMED) refere que a Agência Europeia do Medicamento, após ter "finalizado a revisão da segurança hepática das formulações sistémicas" dos fármacos com nimesulida, concluiu "que os benefícios destes medicamentos são superiores aos riscos".
 

 

"Contudo, é necessário limitar a duração da utilização e restringir o seu uso de forma a minimizar os riscos para o doente", indica o INFARMED, acrescentando que a decisão da Comissão Europeia sobre o parecer da Agência Europeia do Medicamento, que vinculará os 27 Estados-membros da União Europeia, "será emitida quando for oportuno".
 

 

A recomendação surge quatro meses depois destes anti-inflamatórios, usados no tratamento de dores agudas, terem sido retirados do mercado irlandês devido à notificação de casos de complicações hepáticas.
 

 

Fontes: Sítio do INFARMED e Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.