Todos conseguem detectar impostores

Ser humano tem mecanismo inato para identificar mentirosos

16 setembro 2002
  |  Partilhar:

Ao que parece, os seres humanos possuem uma capacidade inata para perceber quando além lhes está a mentir.
 

 

De acordo com o estudo, tanto os estudantes universitários como os membros de uma sociedade da Amazónia sabem muito bem identificar quando alguém não está a cumprir algum tipo de acordo social.
 

 

Num outro estudo relacionado, os autores relataram o caso de um homem que depois de um acidente de bicicleta sofreu uma lesão numa área do cérebro e perdeu a capacidade de detectar um mentiroso. Apesar disso, conseguia raciocinar e expressar emoções, demonstrando que a habilidade de detectar a mentira pode estar associada a uma determinada região do cérebro.
 

 

Num dos estudos liderados por John Tooby, da Universidade da Califórnia, em Santa Bárbara, a equipa foi analisar a vida dos membros do Shiwiar, que vivem em uma região remota da Amazónia Equatorial.
 

 

Sem saber ler ou escrever, sem contacto com estrangeiros, os Shiwiars conseguiram identificar quando alguém os queria enganar, situação semelhante foi averiguada entre os estudantes universitários da reputada Harvard.
 

 

Segundo o investigador, esses resultados mostram que a capacidade de alguém perceber quando está a ser enganada em diversas situações sociais pode estar associada a uma determinada área do cérebro. Indicam ainda que as pessoas podem desenvolver essa capacidade independentemente das experiências culturais.
 

 

«Se a identificação dos impostores nas trocas sociais fosse culturalmente específica, poderíamos encontrar algumas culturas nas quais as pessoas não tivessem essa capacidade. Mas, não acredito nessa hipótese», comentou o cientista.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.