"Toca a Prevenir" contra o cancro do intestino

Cancro do intestino que mata 10 portugueses por dia

06 junho 2012
  |  Partilhar:

A Associação de Luta Contra o Cancro do Intestino Europacolon Portugal está a promover a campanha "Toca a Prevenir… o cancro do intestino", com o objetivo de sensibilizar e alertar as pessoas para a urgência da prevenção e rastreio do cancro do intestino, o tipo de cancro com maior taxa de mortalidade na população portuguesa.

 

“O rastreio do cancro do intestino deve ser efetuado por homens e mulheres a partir dos 50 anos, de cinco em cinco anos. É um dos rastreios mais eficazes, uma vez que pode permitir detetar a lesão em fase pré-cancerígena/neoplásica, num estado precoce, sendo nestes casos a taxa de sucesso dos tratamentos muito alta. Caso contrário, se detetado em fase avançada, a taxa de sobrevida destes pacientes é muito baixa”, revelou em comunicado de imprensa o presidente executivo da Europacolon Portugal, Vítor Neves.

 

A associação está a convidar os portugueses a visitar a plataforma http://www.tocaaprevenir.pt e clicar no botão de subscrição para se informarem sobre o tema e alertar familiares e amigos sobre os sintomas e grupos de risco da doença, por um lado, e, por outro, a realizar o rastreio do cancro do intestino a partir dos 50 anos.

Por cada subscrição na plataforma, a Europacolon receberá 10 cêntimos de Dulcolax para as suas atividades de apoio a doentes com cancro do intestino

 

De acordo com a informação presente nesta plataforma o cancro do intestino mata 10 portugueses por dia sendo este tipo de cancro caracterizado, nomeadamente, pelos seguintes sintomas: alterações dos hábitos alimentares, diarreia ou obstipação, sangue nas fezes, desconforto abdominal, perda de peso, cansaço, náuseas e vómitos.

 

“A prevenção do cancro colo-rectal prende-se sobretudo com fatores de dieta e estilo de vida, mas não nos podemos esquecer que existem riscos que não podemos controlar, sendo por isso fundamental a realização do rastreio a partir dos 50 anos ou sempre que se verifique algum dos fatores de risco”, reforça ainda a associação.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.