Testosterona pode contribuir para o cancro do cólon

Estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Sciences”

14 dezembro 2014
  |  Partilhar:

Investigadores americanos sugerem que a hormona masculina, a testosterona, pode contribuir para a formação de tumores no cólon, dá conta um estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

 

Estudos anteriores já tinham constatado que as mulheres apresentam um risco menor de desenvolvimento de cancros que não associados ao sexo, como o cancro do cólon, pâncreas e estômago. Alguns investigadores têm defendido que esta tendência poderia ser justificada pelo efeito protetor criado pelas hormonas femininas, como o estrogénio, que ajudam a impedir a formação de tumores.
 

Os investigadores da Universidade de Missouri, nos EUA, começaram por monitorizar os níveis normais de ocorrência de cancro do cólon num grupo de ratinhos macho. Posteriormente, os investigadores, liderados por Gijs R. van den Brink, removeram a testosterona dos animais e verificaram que a taxa de desenvolvimento deste tipo de cancro diminuiu drasticamente. No entanto, quando voltaram a introduzir a hormona, a taxa de ocorrência do cancro do cólon voltou a níveis normais.
 

A comunidade científica acreditava que as hormonas femininas forneciam algum tipo de proteção contra a suscetibilidade tumoral. “Contudo, o facto de termos demonstrado que a remoção da testosterona dos ratinhos conduzia a uma diminuição drástica da suscetibilidade ao cancro do cólon, sugere que as hormonas masculinas podem contribuir para o crescimento do tumor em vez de serem as hormonas femininas as protetoras”, revelou, em comunicado de imprensa, o primeiro autor do estudo, James M. Amos-Landgraf.
 

O investigador acrescentou que as elevadas taxas de cancro do cólon nas mulheres após a menopausa apoiam o facto de a testosterona ser um fator que contribui para o crescimento do cancro.  
 

"Todas as mulheres têm algum nível de testosterona no organismo, mas esses valores são muito mais baixos do que o estrogénio e outras hormonas femininas. Quando as mulheres atingem a menopausa os níveis de hormonas femininas diminuem e os de testosterona ficam relativamente mais elevados. Isto corresponde ao momento em que as mulheres começam a ter taxas de cancro do cólon mais elevadas e pode ser um sinal da associação entre os níveis de testosterona e crescimento do tumor do cólon”, conclui James M. Amos-Landgraf.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.