Testosterona não diminui necessariamente com a idade

Estudo da University of Adelaide

28 junho 2012
  |  Partilhar:

Os níveis de testosterona diminuem com o avançar da idade, mas um estudo levado a cabo por investigadores australianos sugere que esta diminuição não é uma consequência da idade, mas do tipo de comportamentos adotados, como o tabagismo, ou desenvolvimento de doenças como a obesidade e depressão.

 

Nos homens a testosterona é produzida nos testículos e controla o desenvolvimento das características sexuais, influenciando o bem-estar, função sexual e fertilidade. Por outro lado, esta hormona também ajuda a manter uma composição corporal saudável, a desenvolver massa muscular, níveis suficientes de eritrócitos e protege a densidade óssea.

 

Para o estudo os investigadores da University of Adelaide, na Austrália, contaram com a participação de 1.382 homens com uma média de 54 anos, que tinham sido submetidos as duas avaliações  dos níveis de testosterona, com cinco anos de intervalo.

 

Os investigadores constataram que os níveis de testosterona diminuíram 1%, entre a altura da primeira medição e após cinco anos. Contudo, foi observado que determinados fatores pareciam influenciar significativamente, ao longo do tempo, a diminuição dos níveis de testosterona.

 

O estudo apurou que a maior diminuição dos níveis hormonais ocorreu nos homens que se tornaram obesos, que deixaram de fumar ou ficaram deprimidos. Por outro lado, os autores do estudo também constataram que em comparação com os homens casados, os solteiros apresentavam diminuições mais evidentes nos níveis desta hormona.

 

De acordo com o coautor do estudo, Gary Wittert, estes resultados vêm corroborar outros estudos que já tinham sugerido que os homens casados tendem a ser mais felizes do que os solteiros. O investigador acrescentou ainda que a prática de atividade sexual regular está associada com o aumento dos níveis de testosterona.

 

O investigador conclui que “é importante que os médicos saibam que o declínio dos níveis de testosterona não fazem parte do envelhecimento, mas são resultantes do tipo de comportamentos adotados e estado de saúde.”

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.