Testículo pode albergar Células-Estaminais Multipotentes

Estudo publicado na “Nature”

16 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

Investigadores norte-americanos anunciaram na revista “Nature” terem encontrado células-estaminais multipotentes em testículos de ratinhos.
 

 

A procura de fontes de Células-Estaminais Multipotentes no organismo adulto ocupa actualmente um grande lugar de destaque na investigação mundial. Ainda permanece a dúvida sobre o potencial dessas células: em geral, são consideradas menos versáteis que as Células-Estaminais Embrionárias, as quais podem dar origem a qualquer tecido do organismo adulto, mas que, ao invés, estão envoltas em grandes problemas éticos.
 

 

Contudo, as células-estaminais adultas, já encontradas em lugares como a medula óssea e o sangue do cordão umbilical, não envolvem as mesmas questões éticas e poderiam ser extraídas do organismo da própria pessoa que delas necessita, evitando riscos de rejeição, por exemplo.
 

 

A equipa da Cornell University, EUA, liderada por Shahin Rafii e Marco Seandel, estudou as chamadas células progenitoras de espermatogónias, presentes nos testículos. Estas células fazem parte de um dos passos inicias na formação dos espermatozóides, mas ainda estão pouco diferenciadas e são capazes de se multiplicar com velocidade.
 

Os cientistas identificaram uma "etiqueta" bioquímica que é exclusiva dessas células e que revela exactamente essas características. Com isso, conseguiram separar as células das restantes populações celulares presentes nos testículos dos ratinhos e induzir a sua diferenciação (especialização).
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.