Teste para detecção precoce de doenças neuro-degenerativas

Investigador canadiano anuncia descoberta

24 março 2006
  |  Partilhar:

Um investigador canadiano anunciou ter conseguido desenvolver um teste ao sangue que permite detectar doenças degenerativas do cérebro, como Alzheimer ou Parkinson, método que poderá ser comercializado dentro de dois a cinco anos. O teste, cujo objectivo é detectar as acumulações anormais de proteínas, que revelam a presença desse tipo de doenças, vai permitir um "diagnóstico fiável ", disse Neil Cashman, do Centre for Research in Neurodegenerative Diseases, da University of Toronto. Actualmente os médicos têm de utilizar técnicas não-biológicas como os testes cognitivos, testes de memória ou efectuar punções lombares para detectar a presença da doença de Alzheimer. No entanto, referiu, esses testes não são eficazes a 100 por cento e só depois da morte do doente é que se pode efectuar uma biopsia para confirmar a exactidão do diagnóstico. "Não se trata de um tipo de doenças para as quais se pode encontrar um grupo anormal de células, como a leucemia. Uma vez que estas doenças se desenvolvem no interior do crânio, mesmo os melhores especialistas não conseguem mais que um grau de 80 a 90 por cento de certeza no seu diagnóstico", explicou o investigador. Dentro de seis meses a empresa de Cashman espera terminar um outro teste que permite detectar a encefalopatia espongiforme bovina, bem como a sua variante humana, a doença de Creutzfeldt-Jakob.Fonte:Lusa MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.