Teste identifica sexo do embrião na 6ª semana de gravidez

Polémica no Reino Unido

09 maio 2007
  |  Partilhar:

 

Um teste de ADN à venda na Internet indica o sexo do embrião à sexta semana de gravidez. A notícia tem provocado celeuma entre vários membros da sociedade civil e especialistas no Reino Unido.
 

 

No sítio da internet, a empresa “DNA Worldwide” explica que o método de identificação do sexo do embrião é feito pela análise de uma amostra de sangue da mãe. Por 189 libras, o consumidor pode saber o sexo do seu filho em apenas seis dias úteis; mas se quiser saber o resultado em menos dois dias pagará 240 libras.
 

 

"Durante a gravidez, pequenas quantidades de ADN do bebé passam para a corrente sanguínea da mãe; assim, com uma pequena gota colhida do dedo da mãe, podemos analisar o ADN do bebé", diz um texto que apresenta o produto.
 

 

Os médicos procuram o cromossoma Y, cuja presença no ADN do embrião assegura que o sexo é masculino; mesmo se o Y estiver ausente, refere a empresa, é possível dizer com 99% de certeza o sexo do futuro bebé. Se o teste estiver errado, a empresa promete devolver o dinheiro da compra.
 

 

Em declarações à BBC, grupos antiaborto do Reino Unido criticaram o teste, alegando que o risco de interrupções voluntárias da gravidez é "real”. Mas a empresa afirma que três em cada quatro casais britânicos querem saber antecipadamente o sexo do seu filho e não estão dispostos a esperar 20 semanas, prazo requerido para os testes com a tradicional ecografia.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.