Teste define medicação exacta para o Cancro

Estudo publicado na revista Nature Medicine

23 outubro 2006
  |  Partilhar:

Um novo tipo de teste baseado na informação genética retirada de um tumor tem uma fiabilidade de 80% quando se trata de saber que medicamentos devem ser prescritos, refere um estudo publicado na revista "Nature Medicine". Investigadores norte-americanos da Duke University, North Carolina explicaram que o teste pode ser utilizado para saber se um determinado medicamento pode ser usado para travar o crescimento de um tumor ou se só funcionará com uma combinação específica de fármacos. No artigo, os cientistas explicam ter usado Affymetrix GeneChip (chips de vidro com dezenas de milhar de fragmentos de DNA, no espaço do tamanho de um polegar) com recurso a inúmeras amostras de pacientes com Leucemia, Cancro nos Ovários, Cancro da Mama e Cancro do Pulmão. No próximo ano, os investigadores iniciarão a fase de ensaios com pacientes que sofrem de Cancro da Mama. "Com os testes, pensamos que os médicos serão capazes de estabelecer programas personalizados de Quimioterapia de uma forma mais eficaz", disse Anil Potti, professor de Medicina no Duke Institute for Genome Sciences & Policy. Nos EUA, adverte o artigo, a Quimioterapia cobre um universo de 400 mil pessoas por ano, sem que a sua medicação seja prescrita com grande rigor científico. Fonte: Diário de Notícias MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.