Teste com fármaco deixa seis voluntários em estado crítico

Medicamento para tratamento de leucemia e artrite reumatóide

17 março 2006
  |  Partilhar:

Seis homens foram internados num hospital de Londres, em estado grave, depois de terem participado em testes clínicos de um novo fármaco para tratamento de leucemia e de artrite reumatóide, denominada TGN1412. O fármaco, desenvolvido pelo laboratório alemão TeGenere, estava a ser testado pela Parexel Internacional, empresa norte-americana que conduzia os testes numa unidade dentro do Northwick Park Hospital, a norte de Londres. Segundo comunicado de imprensa, a Parexel afirma ter seguido todas as normas médicas. No entanto, seis dos oito voluntários que participavam nos testes foram internados de urgência, horas depois de terem tomado uma dose do medicamento em fase de testagem. Seis deles encontram-se em estado crítico, sendo que alguns apresentam falência de vários órgãos. Dois dos voluntários não apresentaram quaisquer sintomas, dado fazer parte do grupo a quem foi administrado placebo. Os voluntários auferiam cerca de 3.500 euros cada um pela sua participação.As autoridades de saúde britânicas lançaram um alerta internacional, após a revelação de que ao menos outro país europeu estar a realizar testes semelhantes. Também determinaram a interrupção dos testes e abriram uma investigação com a participação do Departamento de Saúde e da polícia. “Quando as reacções adversas ocorreram, a equipa médica de farmacologia clínica da Paraxel interrompeu os procedimentos imediatamente”, disse o professor Herman Scholtz, da Parexel, acrescentando que episódios deste tipo são extremamente raros e esta é uma situação pouco comum e infeliz. MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.