Teste às fezes pode detectar vários cancros

Estudo realizado pela Mayo Clinics

05 junho 2009
  |  Partilhar:

A utilização de uma única amostra de fezes poderá permitir a detecção do cancro do cólon e recto bem como de outros cancros do tracto digestivo, foi anunciado num estudo apresentado no encontro da Digestive Disease Week, em Chicago.

 

Os cancros gastrointestinais são responsáveis por uma em cada quatro mortes provocadas por cancro nos EUA. No entanto, só os pacientes que sofrem de cancro do cólon e do recto é que são rastreados.

 

Investigadores da Mayo Clinics criaram um novo teste que detecta o material genético libertado da superfície das células cancerosas. Este teste foi realizado a 70 indivíduos saudáveis e a 70 pacientes que sofriam de vários cancros do tracto digestivo, que incluíam o do cólon e recto, garganta, esófago, estômago, pâncreas, vias biliares e vesícula biliar.

 

O estudo revelou que o teste ao ADN das fezes detectou 65% dos cancros do esófago, 62% dos cancros do pâncreas, 75% dos cancros das vias biliares e da vesícula biliar e 100% do cancro do estômago bem como do cancro do cólon e recto.

 

O cientistas verificaram também que o teste deu resultados negativos para os 70 indivíduos saudáveis e que funcionou bem tanto nos estádios iniciais como nos estádios avançados da doença.

 

De acordo com declarações feitas à agência ReutersHealth pelo líder da investigação, Davide Ahlquist, este novo teste “abre as portas para a detecção de novos cancros que, infelizmente, não são rastreados e que apresentam uma elevada taxa de mortalidade.”

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.