Teste à urina poderá ajudar no diagnóstico de doenças coronárias

Estudo da University Hospital Freiberg

10 maio 2009
  |  Partilhar:

A presença de fragmentos proteicos na urina poderá ajudar a diagnosticar a doença coronária arterial e a aterosclerose, revela um estudo apresentado numa reunião da American Heart Association.

 

O teste desenvolvido por investigadores da University Hospital Freiberg, na Alemanha, foi realizado em 67 pessoas com doença coronária arterial. Através deste teste é possível detectar a presença de fragmentos de proteínas de colagénio que têm um papel importante na obstrução das artérias do coração.

 

De acordo com o líder da investigação, Constantin von zur Muehlen, concentrações elevadas destes fragmentos na urina poderão indicar a existência de aterosclerose, a qual poderá conduzir a um enfarte agudo do miocárdio.

 

Os investigadores, após a utilização de duas técnicas para a análise dos padrões proteicos (espectrometria de massa e electroforese capilar), descobriram que existem 17 fragmentos de proteínas de colagénio associados à aterosclerose.

 

Após comparação destes resultados com os obtidos por angiografia coronária, um método utilizado para o diagnóstico de aterosclerose, verificou-se a eficácia do teste desenvolvido era de 84%.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.